Victor Araújo lança novo selo de festa e revela projetos para 2018

15:03


Victor Araújo: de cliente a dono da festa
Victor Araujo é o nome à  frente de grandes produções na capital desde 2003.  Formado em Relações Públicas e Marketing, ele já  realizou eventos em MG  como  Axé Brasil, Bloco Pirraça, Eletromate, Boa do Samba, Sertanejo Pop Festival, Carnabirito entre outros. Atuou no RJ realizando eventos do seguimento corporativo e também em Salvador, onde durante 2 anos produziu o camarote Contigo! no carnaval e também o tradicional Festival de Verão. O empresário e produtor de eventos percebeu a necessidade de uma produtora de eventos segmentada ao público gay em Minas Gerais que entregasse qualidade e experiências e investiu na Sense Produções, com a intenção de levar o entretenimento segmentado a um nicho até então explorado, porém sem a qualidade merecida. “Antes de lançar a SenSe eu era apenas um consumidor dos eventos Gays realizados em MG, e, por ter em mim uma exigência enorme, eu não conseguia ficar satisfeito com nenhuma entrega existente até então. Atualmente fico muito feliz em saber que a marca SenSe leva mais do que entretenimento, mas eventos em que as pessoas saiam dali com o sentimento de terem sido bem atendidos, que é o que faz toda a diferença ”, afirma o idealizador da iniciativa.Mas trabalhar com o público LGBT não é para qualquer um. Victor Araújo alerta para “aventureiros” que chegam ao mercado em conhecer a fundo o tipo de serviço e o público que o consome. “Geralmente nós homossexuais costumamos ser mais exigentes e detalhistas. Por isso é necessário que o empreendedor tenha uma visão apurada, esteja antenado nas tendências e, principalmente, garanta boas experiências às pessoas que utilizam do seu serviço, pois isso é o mínimo que podemos oferecer. Eu busco sempre observar e participar de eventos em todo país para trazer pra BH novidades e experiências novas. Esse é o diferencial da Sense. E para este segundo semestre o produtor promete surpreender os baladeiros de plantão com 3 festas e revela novidades para 2018. Confira no bate-papo a seguir!


Meg: A produtora Sense Produções chega em 2017, com crescimento consolidado no mercado LGBT e com presença nos grandes eventos da cidade. O que o público pode esperar para este segundo semestre ?

Acredito que o segredo para consolidar e fazer qualquer coisa na vida seja o planejamento. Busco sempre planejar tudo com máxima antecedência, e por isso montamos nosso calendário de acordo com o que temos certeza que conseguimos entregar. No segundo semestre, além da nossa primeira festa de são joão, que lotou a Woods com Preta Gil como atração principal, teremos dia 7 de Outubro o lançamento da nossa marca eletrônica, a Intense dentro da Playground BH, dia 11 de Novembro o camarote Sense na gravação do Show da Virada da TV globo, e em Dezembro novamente nosso mega Reveillon.

Meg:Um dos grandes acertos da produtora são os seus confortáveis e concorridos espaços em super eventos como Vila Mix e Bloco Pirraça. Mas o público sentiu a falta do selo Sense nos últimos eventos sertanejos da cidade. Existe algum tipo de dificuldade para firmar alguma parceria que contemple o público LGBT ?

Costumo dizer que sou abençoado pelas boas relações que construí nesses 14 anos de atuação no mercado de produção de eventos. Hoje, tenho abertura com grandes produtores de todo o Brasil, o que facilita qualquer parceria e abrem portas para a Sense Produções, não existindo nenhum tipo de dificuldade. Mas, conforme falei, busco planejar ao máximo nosso calendário, e, não é possível participar de todos os eventos uma vez que muitas vezes, muitos concorrem entre si, ou possuem datas muito próximas. A Audiomix Eventos (GO) e a Trio Produtora (MG) abriram as portas pra mim quando acreditei na iniciativa, então, além do relacionamento, tenho a gratidão de reconhecer a importância deles pra Sense, e manter o trabalho com exclusividade. Ao contrário, hoje, muitos eventos de MG convidam a Sense para estrar presente, mas precisamos sempre avaliar qual evento seria o melhor em termos de qualidade, as datas dos mesmos, e claro, o relacionamento com os produtores gerais desses eventos, afinal, acredito que a gratidão sempre deve vir em primeiro lugar.

Meg:Muitos empresários tem enxergado o mercado LGBT, como uma "mina de ouro" tendo em vista a saturação de produtos voltados a festas convencionais. Mas o que percebemos é que as grandes produtoras tem esbarrado na dificuldade para conquistar esse público. Com sua expertise nesse nicho, como você avalia este cenário? As produtoras precisam aumentar o grau de relacionamento com a cena, ou o público LGBT credita mais confiança em eventos criados por alguém da comunidade gay?

Acredito nos dois cenários.  O grau de relacionamento com a cena, vai além disso. É necessário conhecer a cena de forma ampla, para identificar os desafios que o mercado já passou, as mudanças que esses desafios irão trazes,  para prever então os desafios futuros. E isso eu chamo de maturidade profissional, e, essa maturidade exige mais que relacionamento com a cena, exige expertise, profissionalismo e anos de atuação no mercado geral. Produzir eventos não é uma profissão só de glamour como muitos imaginam. É um trabalho pesado, que emprega dezenas de pessoas, que exige responsabilidade, riscos financeiros altíssimos e muitos, muitos dias sem dormir. IMpacta diretamente na sua vida pessoal, na sua saúde e deve ser levado a sério, não como brincadeira. Costumo falar que se não houvessem eventualidades, não chamaria evento, e, por isso, só quem tem expertise consegue diminuir essas eventualidades e entregar com qualidade. 
O segundo cenário, coloco como base o mesmo raciocínio, a confiança em eventos criados por alguém da comunidade gay existe sim, afinal é muito importante que tenhamos uma grande imersão dentro do mundo LGBT, para entender a finco as especificidade do meio, conseguir atender suas exigências e principalmente se comunicar da forma mais eficiente. Mas, também não é o suficiente. Acredito que hoje, principalmente em BH o mercado está mudando muito rápido. Atualmente não adianta viver rodeado de amigos, viver em grupos da comunidade LGBT, se você não tem histórico de produção, profissionalismo, e sede em surpreender e fazer algo novo. Além do respeito pelo público, que você vive e trabalha. Para mim a lei é: Se você prometeu, cumpra.

Meg:Faltando pouco para a chegada de 2018, o que o público pode aguardar para a grande festa do Réveillon Sense no Niágara?

Eu tenho um tesão particular em realizar festas de Reveillon. Eu particularmente sou místico com essa data do ano. Sempre acreditei que a virada do ano tem que ser perfeita em todos os sentidos. Que todas as nossas energias se renovam a partir dela. Por isso, ano passado eu tripliquei minha responsabilidade na realização do Reveillon Sense. Que, graças aos parceiros e fornecedores que possuo relacionamento nesses anos de profissão, me fizeram realizar um sonho. Quando deu meia noite, segurei o choro e fui sozinho para fora do Niagara agradecer muito a Deus pela entrega que estava sendo realizada, e pedi muito pelo ano de 2017.  O que me deixa bem tranquilo, é que, todos esses fornecedores e parceiros estarão novamente comigo no Reveillon desse ano, e eles sabem do meu compromisso em superar a cada edição. Quero fazer uma festa mais fantástica ainda, cheia de experiências, momentos únicos, que emocionem quem viveu um ano ruim, e que tragam novas e melhores expectativas para quem quer viver um ano melhor.   

Meg: E para 2018, pode nos revelar alguma novidade?

2017 foi o ano da solidificação da marca Sense em MG. Sou muito grato a todo público que lotou literalmente todos os nossos eventos, e apoiam, torcem pela Sense de uma forma que eu fico cheio de orgulho, chego a me emocionar, enchendo de forças para ser ainda mais audacioso. 
Audácia é o nome do projeto da Sense em 2018, e já iniciamos nosso planejamento desde junho desse ano. O que posso dizer é que vamos ampliar ainda mais nossa atuação. Vamos criar projetos ainda maiores. Nascemos grandes em expectativa e entrega. Acredito que é melhor fazer menos e surpreender. Uma novidade em primeira mão para o MEG Brasil, é que, a SenSe vai levar todo esse diferencial para fora de MG. Outras grandes capitais podem se preparar que a SenSe vai chegar, chegando! rs

Você pode gostar também!

0 comentários

RECEBER NOVIDADES

Obter um e-mail a cada novo post! Nunca iremos divulgar seu e-mail.