Pílulas de réveillon: Nomes por trás de grifes mineiras confidenciam suas simpatias

10:52

 
Marcela e Carolina Malloy – diretoras criativas da grife Arte Sacra

O término de um ano e o início de um novo ciclo é uma época repleta de ritos. Sem dúvida, é durante a virada que as pessoas, com a esperança de um recomeço, se envolvem mais em superstições. No mundo todo, esses rituais são marcantes.

Em alguns países, os festejos se igualam muito às brasileiras, como na Itália, por exemplo. Os italianos valorizam muito as comemorações junto com família e amigos e, assim como nós, gostam de comer lentilha no último dia do ano. Na Espanha, a tradição é comer uma dúzia de uvas acompanhando as badaladas do relógio. Outros lugares celebram de maneiras bem peculiares: os venezuelanos carregam malas vazias em volta de casa para garantir viagens. Os finlandeses, por sua vez, despejam estanho fundido em um recipiente com água e esperam que a substância endureça, para que possam interpretar os formatos criados.

Fato é que, por mais cético que seja, é muito difícil encontrar alguém que não tenha nenhum ritual de passagem para o dia 31 de dezembro. Desde a escolha da lingerie até os itens da ceia, tudo o que é feito nessa data carrega um pouco de misticismo. Descobrimos algumas tradições de nomes da moda mineira para essa tão aguardada data:

Marcela e Carolina Malloy – diretoras criativas da grife Arte Sacra
"Essa época é uma das que mais gostamos, além de estarmos com nossa família e amigos, renovamos os votos para o próximo ano. Por isso, sempre buscamos algumas coisas para trazer boas energias, como tomar banho de sal grosso. Outra coisa que adoramos fazer é uma lista com metas para o novo ano. Acreditamos que isso nos impulsiona, traz foco e determinação. Na virada, nem sempre estamos de branco, mas procuramos peças com cores que atraiam boas novas! Por fim, para atrair prosperidade, fazemos a simpatia das 12 uvas".


Carol Caetano – diretora criativa da grife Cajo
“Sempre uso uma cor que simbolize algo que desejo para o próximo ano. Gosto muito do amarelo, que representa riqueza, e também do rosa, que representa o amor. Também sigo a tradição de comer lentilha, afinal, quem não quer prosperar sempre?!”. 

Isabella Felga – diretora comercial da PMG Lingerie


 “Normalmente passo a virada do ano com quatro calcinhas, todas vestidas uma em cima da outra. Sempre uso branca, amarela, vermelha e rosa. Todas novas! Além disso, pulo as sete ondas sempre que passo na praia, e dou três pulinhos com a taça da champanhe na mão, sem derramar nada e depois jogo para trás!!”. 

Pedro Rabelo – diretor da grife Civil Jeans


“Na virada, a única coisa que eu faço é usar uma cueca nova! E gosto q ela seja preta. Também sempre gosto de passar o ano novo perto do mar”.



Por:Redação

Você pode gostar também!

0 comentários

RECEBER NOVIDADES

Obter um e-mail a cada novo post! Nunca iremos divulgar seu e-mail.