Junior Piacesi: Ar condicionado, climatizador ou ventilador ?

08:46

                                                 Junior Piacesi

As estações do ano não são bem definidas no Brasil, mas uma coisa é certa, o calor nos acompanha em boa parte dos 365 dias. Ar condicionado, climatizador, ventilador, cada um se refresca como pode. O arquiteto Junior Piacesi dá dicas de como escolher o melhor equipamento levando em consideração o seu tipo de imóvel e a verba disponível.

Para quem acaba de alugar um apartamento antigo, daqueles que já conta com área disponível ao lado da janela, o ar condicionado de janela, mecânico ou eletrônico, pode ser uma opção. Entretanto, Piacesi alerta que o desempenho desse modelo é inferior e ele não compõe tão bem o ambiente esteticamente. Outra saída é a instalação de um ventilador de teto, que deve conter, no mínimo, seis pás para fazer menos barulho.


O ar condicionado portátil é indicado para imóveis alugados ou para quem ainda não pode gastar com a instalação do equipamento em mais de um cômodo do lar. Ele tem melhor aproveitamento em ambientes pequenos, além de sempre demandar uma janela por perto para despejar a água absorvida.


O Split, composto por um condensador e evaporador, é a pedida para quem tem imóvel próprio e deseja a melhor refrigeração do ambiente. Dependendo da contagem dos BTU's, potência obtida por um aparelho condicionador de ar, é possível gelar até um ambiente de 20 metros quadrados. O arquiteto alerta que o modelo demanda instalação mais dispendiosa e não é permitida em alguns prédios por interferir na fachada.

Mesmo resfriando os locais com maior rapidez, o ar condicionado pode causar complicações em pessoas que possuem histórico de doenças respiratórias. Nesse caso, é indicado investir na umidificação do espaço ou trocar o aparelho por um climatizador, que já cumpre essa função.

O ventilador portátil é uma solução para quem conta com um orçamento bem curto e precisa de um resultado imediato.  Em imóveis comerciais, a versão de parede pode ser usada quando o gasto com equipamentos de ar condicionado potentes ainda é inviável. Ele faz mais barulho, o que deve ser levado em consideração caso a interferência seja um problema na atividade ali exercida.


O profissional lembra que, ao contrário dos outros equipamentos citados, os ventiladores não provocam a baixa da temperatura, e sim a circulação do ar. Em ambientes que a gradação supera 36 graus, seu efeito é ineficaz.

Por:Redação
Foto:Leca Novo



Você pode gostar também!

0 comentários

RECEBER NOVIDADES

Obter um e-mail a cada novo post! Nunca iremos divulgar seu e-mail.